Aqui na Vittude cuidamos da parte burocrática para você se preocupar com o que realmente importa: seus pacientes! Mas, como fica a declaração de impostos? Esse artigo explica mais a fundo sobre o fluxo financeiro e sobre as responsabilidades dos psicólogos (como emissão de recibos, declaração de imposto de renda e carnê leão).

Recibos

Os profissionais de saúde não são obrigados a emitir notas fiscais, mas podem ser solicitados a emitir recibos das consultas aos seus pacientes. Como o recibo deve ser emitido pelo prestador do serviço, o psicólogo é responsável por essa emissão. Para facilitar esse processo para você, nós deixamos os recibos pré formatados no seu painel:  saiba mais nesse artigo.

Carnê Leão

O carnê-leão é uma forma de recolhimento mensal e obrigatória de operações sobre as quais o governo não possui controle sobre a fonte pagadora. É importante ressaltar que  a declaração do carne leão leão não exime o psicólogo de declarar o imposto de renda. Na verdade, como os impostos são recolhidos mensalmente,  devem haver deduções na Declaração do Imposto de Renda. 

Você encontra  as informações para declaração mensal (como consultas realizadas, nome e CPF do paciente) diretamente no seu painel, acessando: Financeiro > Lançamentos!

Imposto de Renda

Para fins de declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, o psicólogo deve lançar o valor integral recebido pelo paciente. Os custos de serviços devem ser lançados em despesas. O psicólogo paga o imposto referente ao valor da sua receita. Mas, e as taxas transacionais?

As taxas transacionais referem-se aos custos extras do agendamento (transação financeira do cartão de crédito/boleto, custo da operação do consultório virtual, dentre outros) e são pagos pelo psicólogo para a Vittude.  Na prática, o profissional recebe o valor cheio da consulta, paga o valor da taxa para a plataforma e por isso ele acaba recebendo um valor menor, já que descontamos o valor da taxa transacional antes do resgate. 

Vamos pensar em um exemplo: no seu consultório, você recebe R$ 100 por uma sessão e gasta R$10 com uma blusa. Nesse caso, você paga o imposto referente a sua receita (R$ 100), mesmo tendo gasto esse valor depois. Você paga o imposto de uma despesa que é a blusa, porque era uma receita sua.



Por isso, no imposto de renda devem ser declarados os valores integrais recebidos pelo pacientes (no início de cada ano enviamos um demonstrativo com os valores referentes a cada paciente). 

Como despesas, devem ser lançados valores do nosso serviço: as taxas transacionais e valor da assinatura (as notas fiscais dos pagamentos referente a assinatura são enviadas no mês posterior ao pagamento, e as referentes
às taxas transacionais são enviadas mensalmente pela prefeitura para o email do psicólogo):

Encontrou sua resposta?