1) Como declarar no carnê-leão?

R: Preparamos um artigo te explicando o passo a passo de como declarar mensalmente seus recebimentos pelo carnê-leão >>> Como funciona o carnê-leão para Psicólogos

2) Como fazer caso não tenha declarado no carnê-leão durante o ano?

R: Nesse caso, é necessário fazer a declaração pelo carnê-leão referente aos meses retroativos, pagando os impostos necessários pelo atraso. Após isso, você pode declarar o IRPF normalmente, importando as transações do carnê-leão para a declaração do imposto.

3) Como declarar o IRPF?

R: Preparamos um artigo para te auxiliar na declaração no IRPF >>> Como declarar os rendimentos de 2020 no IRPF 2021

4) Declarei por carnê-leão todos os atendimentos, porém sem a dedução das taxas transacionais. E agora?

R: Você consegue corrigir o carnê-leão, incluindo as deduções referentes às taxas transacionais. Os valores de impostos que foram pagos a mais podem ser compensados na Declaração de IRPF, após importação do carnê-leão.

5) Como declarar valores pagos por empresas?

R: Os valores que aparecem no Informe de Rendimento como recebidos de empresas (não considerar valores recebidos da Vittude) são referentes a sessões pagas com “crédito de contrato”. Sessões pagas com créditos devem ser declaradas no nome do paciente e não da empresa, nesses casos você encontra “consulta sem custo” nas informações de pagamento da sessão.

Valores pagos por “cupons Vittude” devem ser declarados em nome da Vittude, o valor total aparece no Informe de Rendimentos como “Subsídios Comerciais Vittude”.

6) Como declarar as taxas transacionais?

R: Valores referentes às taxas transacionais pagas à Vittude aparecem no Informe de Rendimentos como “Deduções” e devem ser declarados como despesas no carnê-leão, em caso de PF, ou na contabilidade da empresa, em caso de CNPJ.

Valores referentes às assinaturas pagas você não encontra no Informe de Rendimentos, mas devem ser declarados também como despesas. Caso o profissional seja da cidade de São Paulo, e tenha CPF/CNPJ cadastrado na Nota do Milhão (PMSP), ele recebe as Notas Fiscais pelo e-mail cadastrado.

7) Como faço a declaração caso atue como Pessoa Jurídica?

R: Se o psicólogo for Pessoa Jurídica, as transações de recebimentos e pagamentos devem ser feitas pelo seu contador. As Notas Fiscais já incluem o pagamento dos impostos. O psicólogo deve fazer a declaração anual de pessoa jurídica, e mencionar a mesma dentro da declaração de Pessoa Física.

8) Como devo declarar os valores tendo atendido alguns meses como Pessoa Física e outros como Pessoa Jurídica?

R: Por enquanto, o Informe de Rendimentos não traz essa separação, ele trata os atendimentos como feitos todos como PF. É necessário então fazer a separação dessas sessões, de acordo com a mudança do cadastro para CNPJ na plataforma. Ou seja, separar quais sessões foram feitas com o cadastro como PF, e quais foram realizadas após a mudança para PJ na plataforma. Após isso, fazer a declaração dos dois valores das suas respectivas formas.

9) Se eu recebo os valores da Vittude, devo declarar como recebido de Pessoa Jurídica?

R: Os valores de repasse das sessões devem ser declarados em nome do paciente, a Vittude é apenas intermediadora do serviço, e o profissional é o prestador.

Valores pagos por “cupons Vittude” devem ser declarados em nome da Vittude, o valor total aparece no Informe de Rendimentos como “Subsídios Comerciais Vittude”.

10) Os valores pagos por pacientes devem ser declarados por consulta ou pode ser por pessoa/paciente?

R: Você pode emitir um único recibo, contanto que nele contenha a discriminação de cada uma das consultas e o valor total pago pelo paciente. Os valores podem ser declarados por CPF/paciente, não é necessário declarar sessão por sessão. Em casos de atendimentos como PJ, você pode emitir as notas fiscais por paciente, do total pago no mês, não é necessário emitir uma NF para cada consulta.

11) Sou isenta de declarar o imposto de renda, mas meu paciente solicitou os recibos para realizar a declaração dele. Posso ter algum problema por isso?

R: Nesse caso, indicamos falar com seu contador.

12) Se o psicólogo for Pessoa Jurídica, como o paciente deve declarar o IRPF? É necessário emissão de recibo? Quando o paciente declara, o sistema não permite incluir CNPJ. Qual seria a orientação para esses casos?

R: Se o psicólogo for PJ, ele precisa emitir Nota Fiscal, não recibo. O paciente precisa declarar como pagamentos realizados a clínicas, hospitais ou laboratórios, incluindo informações de CNPJ, nome e valores. O sistema só não permite incluir o CNPJ, se o paciente colocar “pagamento para psicólogo”, que no caso, só irá permitir inclusão de CPF.

13) Estou inativo na plataforma, como faço para ter acesso ao Informe de Rendimentos e para declarar meus valores?

R: Nesse caso, você deve entrar em contato com nosso suporte, por e-mail ou pelo chat no nosso site, e solicitar o documento a alguém de nossa equipe.

Preparamos também um artigo para auxiliar os pacientes na declaração do IRPF referente às consultas pagas pela Vittude >>> Como funciona a emissão de recibo para pacientes Vittude? 😍

Caso tenha alguma outra dúvida, você pode entrar em contato conosco a partir de um de nossos canais de atendimento, CLICANDO AQUI.

Encontrou sua resposta?